terça-feira, 6 de julho de 2010

Nos menores frascos

Eu tenho pequenos vícios de consumo. Daqueles que cabem no bolso tanto pelo tamanho, como também pelo preço. E, por isso mesmo, quando percebo, tenho uma coleção deles. Geralmente são objetos ou coisas comestíveis que você A-DO-RA, vê na rua em seu trajeto diário e pensa: - Nossa, tá barato, acho que vou levar! - e tempos depois se dá conta que se tornou um vício, do qual não consegue se livrar! Balas, bombons, canetas... cada um tem o seu.

Eu me lembro da época em que fazia cursinho e não podia ver um chaveiro bonitinho que comprava. E pendurava na bolsa, na chave, no estojo. Até me tornar uma árvore de Natal ambulante, cheia de penduricalhos. Depois, foi  a vez das tiaras e faixas de cabelo. Uma mais linda que a outra! Passeava nas feirinhas de domingo da cidade e não voltava pra casa sem levar uma. E cada dia eu ia à faculdade com uma diferente. Usei tanto que me enjoei. Hoje tá tudo jogado, dentro do armário.

Fora os acessórios, há também os pequenos vícios alimentícios. Quem me conhece já tá careca de saber que sou viciada em doces. Um perigo, eu diria. Teve uma época (há pouco tempo) que, depois do almoço, eu sempre comprava uma caixinha de chiclete Adams antes de voltar ao serviço. Ok. Semanas depois, lá estava eu levando quatro, cinco caixinhas de chiclete por dia! E só me dei conta disso quando certa vez em que fui abrir a bolsa e caíram dela diveeersas caixinhas de chiclete. Ou pior: uma vez que olhei pra minha mesa de trabalho e lá estava uma escultura que eu havia feito juntando todas as caixinhas de chiclete. Surreal.

Parei com isso. E agora engatei um vício em esmaltes que vou te falar! Indo pra faculdade, pra casa, pro trabalho, não importa, eu me sinto impelida a entrar em farmácias e lojas de cosméticos e sair de lá com os esmaltes que ainda não tenho. Cheguei ao ponto de olhar pra mão da pessoa e saber o tom de esmalte que ela tá usando (aaah, hoje você tá usando o "Verde Asa de Grilo" néé!). Sempre têm esses nomes bizarros, os esmaltes. Por que será? Fico me perguntando quem cria essas denominações de cor.

Mas, assim como o excesso de tempero enjoa, chega uma hora em que você se farta dos pequenos vícios. São passageiros, também pequenos em sua duração. Acompanham determinadas fases da vida, depois são esquecidos e deixados pra trás com elas.

Já diziam que os melhores perfumes estão nos menores frascos. Talvez por isso os pequenos vícios sejam tão atraentes. Afinal, quem resiste a eles?

7 perdidos por aqui:

Ivana Marisa Altafin disse...

Oi Karina,

Eu achei seus vícios saudáveis para uma adolescente e também para uma jovem adulta. Você não esqueceu de nenhum dos seus vícios, porque todos fizeram parte de uma época da sua vida, essa lembrança que é legal. Agora está na fase dos esmaltes, as cores eu imagino, pois tenho uma filha de 17 anos. O que eu percebi, é que as coisas que você compra e lhe faz feliz, são coisas simples, isso que é o mais bacana. Legal, viu? Um beijão!

angela disse...

Os esmaltes...minha filha tem dezenas deles...rs. Acho legal essas pequenas manias que nos fazem felizes.
beijos

Clara disse...

heheeh verde asa de grilo é otimo !!
eu tinha quando estudava por canetas cheguei a ter tantas canetas que as coitadas iam falhando de tão velhas e sem usar hj á nao faço mais ...
beijos

Uma hipérbole disse...

Muitos achados nos pequenos frascos, e perdidos nos grandes?

Abraço achado pra você.

Mari disse...

Sei bem como são esse pequenos vícios, aliás ando na fase dos esmaltes também...
Realmente, quem resiste a esses viciozinhos passageiros? Acho que são bons marcadores de fases, imagino que sempre que vc ver alguém usando um esmalte "verde asa de grilo" vc vai se lembrar da sua fase de esmaltes e sorrir... =)

Clara disse...

Perdida na madrugada menina ? rsrs!
obrigada pelas palavras.
beijo e linda semana !!

Ivana Marisa Altafin disse...

Olá,

Você sempre vai estar na minha lista de indicação de Blog, por essa razão tem mais um SELO muito especial aguardando você, passe lá!
Bjs

 
Header Image by Colorpiano Illustration