segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Porque quis

Não fui pra faculdade hoje. Tá frio, chovendo e eu ainda estou em ritmo de final de semana. Por isso preferi passar o último dia de inverno em casa. Raramente falto às aulas, mas às vezes sinto necessidade disso pra poder colocar em dia as matérias, leituras e alguns afazeres caseiros. Em três horas e meia que eu estaria sentada na sala de aula (provavelmente com a atenção vagando pela Lua, como sempre), fico em casa e posso adiantar os trabalhos, ler livros que abandonei e escrever aqui. Vale a pena.

Engraçado é que, quando criança, muitas vezes eu faltava na escola por pura preguiça e quando no dia seguinte perguntavam por que eu havia faltado, morria de vergonha de falar a verdade! Eu ficava horrorizada só de pensar que meus coleguinhas podiam descobrir que faltei porque quis. Magina, o que pensariam de mim? Que eu era uma preguiçosa! Então, eu inventava umas desculpas bem esfarrapadas do tipo "faltei porque tava doente" ou "faltei porque perdi o horário". "Faltei porque quis"? JAMAIS!!

Mas, um belo dia, fui desmascarada em flagrante. Eu estava na primeira série e havia faltado na escola pra passear com minha mãe e fazer compras. Tava toda feliz, voltando a pé pra casa cheia de sacolas na mão quando, de repente, a perua escolar passou justamente na rua em que eu estava! No veículo havia váários colegas de sala que voltavam da escola e me viram lá, passeando toda bela e folgada. Através das janelas da perua, gritavam meu nome e perguntavam: "Por que você faltou hooje???" - gerando um crescente desespero em mim, que fiquei mais vermelha que uma pimenta e apenas lancei um sorriso amarelo pro pessoal. Isso durou poucos segundos, já que a perua escolar passou por mim e foi embora. Mas foi o tempo suficiente de me verem lá e, o pior: descobriram que faltei pra passear. Ou seja, porque quis. E sim, porque era preguiçosa.

É, a mentira tem pernas curtas. Hoje dou boas risadas lembrando desse episódio e vejo como eu era bobona, com medo de descobrirem porque faltei. Criança tem cada uma... e o que mudou na minha vida depois daquele dia? NADA. Ninguém me tratou mal ou me trancou numa cela escrito "VAGAL" por ter faltado porque quis. Ninguém.

A gente cresce e vai ficando "sem-vergonha". Hoje em dia o "faltei porque quis" torna-se uma constante, na medida em que o tempo, a rotina e o cansaço exigem que você tire algum descanso. Hoje é a coisa mais normal do mundo faltar à aula porque está cansado, precisa fazer outras coisas, ou simplesmente pra tirar uma folga da rotina. E foi o que fiz hoje. Sem o mínimo receio de que alguém me pergunte amanhã por que faltei, tanto porque ninguém tá nem aí pra isso.

Não puxei os genes da minha vó. Quando ela faltava à escola e no dia seguinte perguntavam por que, ela respondia: "Não interessa!". Me divirto demais com essa história! Por mais que a resposta dela tenha sido mal educada, não deixa de ter razão. E ela foi sincera (em excesso, mas foi).

O que importa não são os porquês, e sim os para quês. A pergunta deveria ser assim: Para quê você faltou ontem? - A gente sempre falta pra fazer alguma outra coisa (mesmo que seja nada). Hoje faltei para tirar um tempo pra mim, fazer o que gosto e descansar um pouco da correria. Porque quis.

7 perdidos por aqui:

angela disse...

Karina
Compreendo você inteiramente.
beijos

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Karina!!
Mil desculpas por não ter-lhe dado os parabéns no dia de seu aniversário...
Como bem já sabe, estou afastada do blog, contudo, hoje tomei conhecimento ao vir aqui lhe agradecer pela visita.
Eis as minhas felicitações pelos seus 23 anos de vida, em tempo, ainda: que eles lhe rendam realizações e satisfações novas, acrescentando mais proveito às suas experiências.
Beijosssss,
Ana Lúcia.

Rodrigo Cavaleiro disse...

Agradeço a libertação.... rs...
Ainda hoje, e eu velho, inventava desculpas para faltar, seja lá para o que for...
Acho que o porque quis parece bem! é que as vezes as pessoas preferem ouvir alguma outra desculpa

A Magia da Noite disse...

há coisas que fazemos sem perceber para que servem, mas o facto é que mudam radicalmente a nossa vida.

Na. disse...

O pior é que tem gente que adora se meter na vida dos outros... E se vc diz que faltou pq quis, vem com aquela cara de recriminação como se isso fosse a pior coisa do mundo!

Xerus
=***

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

Desde mis BLOGS:

--- HORAS ROTAS ---

y

--- AULA DE PAZ ----

quiero presentarme

en esta nueva apertura

del eminente otoño.

Tiempo que aprovecho

ahora para desear

un feliz reingreso en

la actividad diaria.

Así como INVITAROS

a mis BLOGS:

--- HORAS ROTAS ---

y

--- AULA DE PAZ ----

con el deseo de que

estos sean del agrado

personal.

Momentos para compartir

con un fuerte abrazo de

emociones, imaginación y

paz. Abiertos a la comunicación

siempre.


afectuosamente :
ACHADOS E PERDIDOS






--- te sigo tu blog:
ACHADOS E PERDIDOS ---









jose

ramon…

angela disse...

Karina
Agradeço a leitura atenta e os comentários que fez em meu blog.
Me deixou muito feliz.
Gosto muito do seu, da forma como escreve e desenvolve seus pensamentos, além de achar eles são baseados na experiencia e reflexão.
beijos

 
Header Image by Colorpiano Illustration